sábado, 18 de novembro de 2017

Audiência pública discute democratização da comunicação em João Pessoa (PB)


Na próxima segunda-feira (20/11), às 14 horas, a Câmara Municipal de João Pessoa (PB) estará realizando Audiência Pública para discutir 'A DEMOCRATIZAÇÃO da COMUNICAÇÃO - A CONCENTRAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO COMO UMA BARREIRA PARA A DEMOCRACIA', proposição do vereador Marcos Henriques no âmbito da Comissão de Políticas Públicas.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Rádio Zumbi faz programa especial para comemorar “Dia da palavra”

A Academia de Cordel do Vale do Paraíba pretende comemorar o “Dia da palavra” em 23 de novembro próximo, com atos que celebrarão a palavra e a poesia, através de sarau e programa na Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares, de João Pessoa. “Como poetas, vamos celebrar a palavra, que é inquestionável ferramenta na luta contra a violência, expressão sonora pela harmônica convivência entre religiões e culturas distintas, a grande língua que irmana povos em todo mundo”, afirmou Josafá de Orós, poeta de Campina Grande, membro da Academia e idealizador da ação. O programador da Rádio Zumbi, Dalmo Oliveira, anunciou que a produção terá como título “Sarau da palavra – Rádio e poesia como instrumento de convivência entre os povos”.

Neste dia 23 de novembro, várias instituições, poetas e escritores em várias partes do mundo comemorarão o “Dia da palavra”, data em que também se comemora o aniversário do “Museu de la palavra”, situado em Barcelona, Espanha. A Academia de Cordel, pelos seus multiartistas, poetas, pintores, escultores, estará marcando este dia. “Faremos nossa parte, juntando os amigos músicos, escritores, cordelistas e artistas de outras modalidades da expressão artística para celebrar a palavra”, concluiu Josafá.

EMBAIXADORES DA PALAVRA

Numerosos países e instituições serão nomeados “Embaixadores da palavra” através da Fundación César Egido Serrano, título concedido a entidades que organizarem iniciativas e atividades em suas cidades. “Nossa Academia de Cordel do Vale do Paraíba quer ser ‘Embaixadora da palavra’, até mesmo para difundir ainda mais pelo mundo a literatura de cordel paraibana, uma das mais ricas expressões culturais do Nordeste brasileiro”, comentou o poeta Sander Lee, Presidente da Academia. 

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Multimistura leva descontração e análise de época para ouvintes da ZumbiWeb

 Já está "no ar" a mais nova edição do programa Multimistura, com os âncoras Fabio Mozart, Dalmo Oliveira, Marcos Veloso e João Jales. O radiofônico atualiza o panorama do cotidiano na Paraíba, no Brasil e no Mundo. Com sua metodologia que mixa opinião com humor descontraído. Escute e espalhe. 



Acesse aqui
https://www.radiotube.org.br/audio-4745UURywmynJ
https://www.radiotube.org.br/audio-4745wKtDsMaV0
https://www.radiotube.org.br/audio-4745QBGOcJuBq
https://www.radiotube.org.br/audio-4745Uj56eOUKI

domingo, 12 de novembro de 2017

PARAÍBA

Âncora de rádio comunitária diz que está sendo processado por metade dos vereadores de sua cidade
Geraldo Minervino (esq.) com Fábio Mozart, do programa "Alô comunidade" 

O radialista comunitário Geraldo Minervino afirmou que cerca de seis vereadores assinaram processo criminal contra ele, que é responsável pelo jornalismo na rádio comunitária Rainha em Itabaiana (PB).  O processo por difamação também está sendo acionado pelo prefeito Lúcio Flávio e outros secretários. A declaração foi feita em entrevista de Geraldo Minervino ao programa “Alô comunidade”, da Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares, transmitido pela Tabajara da Paraíba AM, neste sábado, dia 11 de novembro.
O processo está em tramitação na vara criminal da Comarca de Itabaiana, com audiência marcada para o dia 21 de novembro. “O prefeito e os vereadores não gostaram de um vídeo que foi divulgado nas redes sociais, cujo tema era o nepotismo, baseado na série “A grande família”, da Rede Globo, e atribuíram a mim a responsabilidade da produção e difusão do filme, o que não corresponde à verdade, por isso eu irei também processa-los por danos morais”, disse Minervino.
É a primeira vez que o radialista é alvo de processo, depois que entrou no quadro de voluntários comunicadores da Rádio Comunitária Rainha FM, que detém cerca de 70% da audiência na cidade, nos horários de programas noticiosos. “O povo participa muito e acredita em nossa palavra, porque somos independentes”, afirmou Geraldo. 

sábado, 11 de novembro de 2017

Radialista comunitário é o entrevistado de hoje no “Alô comunidade”

O radialista Geraldo Minervino (foto), da Rádio Comunitária Rainha de Itabaiana, é o entrevistado deste sábado, 11, no programa “Alô comunidade”, produzido pela Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares e transmitido pela Rádio Tabajara da Paraíba AM, com retransmissão por uma cadeia de rádios comunitárias paraibanas e portais da internet, sob o comando de Fábio Mozart.
O programa tem início às 14 horas e pode ser ouvido através do rádio (1.110 KHZ) ou pela internet no link da Rádio Tabajara: www.radiotabajara.pb.gov.br
Geraldo Minervino é radialista, folclorista e carnavalesco, além de artesão. Ele ancora um programa noticioso na Rádio Rainha FM de Itabaiana, sendo considerado o único programa na radiofonia local que levanta temas polêmicos, repercutindo as reivindicações da população.  


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Arredamento de espaços em emissoras afronta legislação da radiofonia brasileira

Bráulio (com microfone) defendeu ação direta com rádios comunitárias

















A maioria dos ouvintes de rádios do Brasil nem desconfia, mas diariamente é vítima de um golpe matreiro dos proprietários das emissoras de sua preferência. É que parte considerável dos programas veiculados, principalmente nas rádios locais e regionais, são produzidos por arrendatários que alugam espaços nas grades das programações e não por aqueles que receberam as concessões públicas do Ministério das Comunicações.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Os barões midiáticos não falam mais sozinhos

Ela não nasceu hoje. A bem da verdade, ela sempre existiu para dar vazão às ideias não hegemônicas, para denunciar os poderosos, para dar visibilidade aos excluídos. Desde o tempo do linotipo, do mimeógrafo, passando pelo rádio amador e pela radiodifusão comunitária. Em tempos de internet, ela ganhou escala e alcance nunca antes possíveis em função das barreiras econômicas que o modelo de negócio da comunicação impunha.