Ouça nossa webradio

domingo, 31 de julho de 2016

Rádio comunitária promove oficina de literatura de cordel em João Pessoa


Os poetas Sander Lee, Fábio Mozart e Thiago Alves, da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, participam neste domingo (31) da programação do “Ocupa Geisel”, movimento cultural que está mobilizando a comunidade do conjunto Ernesto Geisel, em João Pessoa. O objetivo do ato é reunir artistas da comunidade e promover a valorização da cultura local e produção artística da periferia, além de instigar uma série de iniciativas no campo político, como a discussão sobre mudança do nome do bairro que homenageia um ditador militar. A produção do evento é da Sociedade Cultural Posse Nova República, mantenedora da Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares.

Os cordelistas estarão ministrando a oficina “Literatura de cordel e resistência cultural”, às 15 horas. Logo após, será realizada oficina de ciranda e maracatu com os grupos Nação Maracahybo e Maracastelo. Na programação do domingo, ainda, pocket-show com Gláucia Lima, palhaço Coquinho, Maria Juliana e as bandas Vênuz In Fuzz e Urubu Trip.

Para Sander Lee, a Academia tem a missão de estar ocupando todos os espaços onde se possa mostrar a literatura de cordel. “Levamos nossos poetas, seus folhetos, suas xilogravuras e artes características de uma região cujos nativos desprezam sem cerimônia sua própria cultura, levados pela indústria cultural e seus apelos, mas é nosso dever manter viva essa chama do cordel em todos os recantos onde for possível divulgar a poesia popular”, afirmou. Para ele, o cordel hoje é um gênero literário decantado por intelectuais, mais ainda esnobado pela maioria dos paraibanos.


sábado, 30 de julho de 2016

ocupa 01





#ocupageisel é uma iniciativa da Sociedade Cultural Posse Nova República, com apoio do Coletivo de Comunicadores Populares Novos Rumos e do Ponto de Cultura Cantiga de Ninar. A ideia é tirar o aparelho comunitário do marasmo e ocupar permanentemente com os talentos da comunidade, num modelo de autogestão.

Poetas da Academia de Cordel visitam programa na Rádio Tabajara neste sábado

Mauricio Lima e Pádua Gorrion

Os poetas Pádua Gorrion e Maurício Lima, de Itatuba, membros da Academia de Cordel do Vale do Paraíba, estarão sendo entrevistados por Fábio Mozart no programa “Alô comunidade”, edição deste sábado, 30 de julho. “Falaremos um pouquinho de nossos trabalhos, além de divulgar a Academia de Cordel do Vale do Paraíba”, disse Gorrion.

Com apresentação de Fábio Mozart, “Alô comunidade” é produzido pela Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares e transmitido pela Rádio Tabajara da Paraíba AM (1.110 KHZ), com reprise em mais de dez rádios comunitárias e portais da internet.

Para ouvir em tempo real:





Rádio comunitária promove 26 eventos e envolve cerca de 30 artistas a custo zero


Grupo de capoeira “Ao pé do baobá” no “Ocupa Geisel”, nesta sexta-feira, 29 de julho
A Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares, Sociedade Cultural Posse Nova República, prossegue neste sábado com o “Ocupa Geisel” no Centro Comunitário do Conjunto Residencial Ernesto Geisel, em João Pessoa.
Neste sábado, 30, a partir das 15 horas, haverá uma roda de diálogo sobre a proposta de mudança do nome do conjunto, que homenageia um dos generais da ditadura. “Por que Ernesto Geisel?” reunirá Marlene Almeida, da Comissão da Verdade, e Charliton Machado, da Universidade Federal da Paraíba. Às 16 horas, a Tribo Ethnos fará oficina interativa de dança urbana. Em seguida, rola outra oficina, desta vez sobre Yoga, filosofias alternativas e co-habitação comunitária com Ivaldo Gomes, da Escola Om de Yoga e Mãe Lúcia Omidewá, Yalorixá da Nação Ketu.
Às 18 horas, a cultura do estupro, machismo, sexismo e homofobia serão discutidos pelo Movimento Feminista e LGBT, a cargo de Marli Soares (mediadora) e Mabel Dias, do Coletivo de Comunicadores Novos Rumos.
A partir das 20 horas, serão apresentados pocket-shows e sarau poético, com a participação do City Nardony, após o que o videasta Jacinto Moreno lançará seu filme “O menino e o mistério”.
No domingo, o evento prossegue com feijoada a partir das 12 horas, com pagodeiros do Ernesto Geisel. Às 14 horas, haverá contação de histórias com Fernanda Ferreira, roda de diálogos, oficina de cordel e outras atividades culturais, culminando com apresentação da banda independente “Vênus In Fuzz”, liderada por Gilberto Bastos.
Dalmo Oliveira, um dos organizadores, declarou que a programação foi montada contando com amigos artistas e parceiros do movimento social da cidade de João Pessoa, sem que fosse necessário investir recursos, já que todas as entidades e grupos participantes também têm o mesmo objetivo, de facilitar à população o acesso às fontes de cultura ligadas aos artistas locais, estimulando a produção e difusão cultural e artística regional, tendo o cuidado de proteger as diferentes expressões culturais da comunidade, desenvolvendo a consciência e o respeito ao diferente e à expressão cultural que está fora da mídia tradicional e das relações de comércio da indústria cultural.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Rádio comunitária promove roda de diálogo sobre democracia a partir das comunidades em João Pessoa


A Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares e a Sociedade Cultural Posse Nova República anunciam para hoje, sexta-feira (29) a abertura do “Ocupa Geisel”, movimento que pretende reunir artistas e líderes comunitários do Conjunto Ernesto Geisel, em João Pessoa (PB) para tomar posse do Centro Comunitário local, que se encontra sem direção depois da última eleição, cujos resultados foram contestados e estão sub-judice. “Nosso movimento é para que a comunidade assuma o Centro e faça dele uma congregação de atividades culturais e sociais, atendendo ao seu real objetivo”, afirmou Dalmo Oliveira, da Posse Nova República e Rádio Zumbi.

O evento “Ocupa Geisel” programou atividades para esta sexta-feira, sábado e domingo (29, 30 e 31 de julho). Na sexta, haverá uma roda de diálogo sob o tema “Defesa da democracia a partir das comunidades”, com o professor Jaldes Meneses, historiador da Universidade Federal da Paraíba, o jornalista Dalmo Oliveira e o músico e ativista social Pedro Osmar. O debate terá início às 18 horas, seguindo-se pocket-show com Pedro Osmar e a banda “Pau de dar em doido”.

No sábado (30), continua a roda de diálogo, onde se discutirá a mudança do nome do conjunto que homenageia um ditador. O debate será mediado por Marlene Almeida, da Comissão da Verdade, e Charliton Machado, da UFPB, iniciando-se às 15 horas. Logo após, acontecerão oficinas de dança urbana com a Tribo Ethbos, oficina de Yoga e debate sobre cultura do estupro, com representantes do movimento feminista e ativistas do Coletivo de Comunicadores Populares Novos Rumos. A partir das 20 horas, seguem-se shows com Estresse City Nardony e rolé poético. Depois, será exibido o filme “O menino e o mistério”, do realizador Jacinto Moreno.

No domingo, a programação começa às 13 horas com feijoada e samba a cargo dos pagodeiros do Geisel. Às 14 horas, contação de histórias com Fernanda Ferreira, seguindo-se roda de diálogo sobre resistência cultural nas comunidades, com os poetas cordelistas Fábio Mozart, Sander Lee e Thiago Alves, da Academia de Cordel do Vale do Paraíba. Às 16 horas, será realizada demonstração de basquete para cadeirantes na quadra do Centro Comunitário, com membros da Associação Atlética das Pessoas com Deficiência da Paraíba, seguindo-se oficina de maracatu e ciranda com o mestre Marcílio e Nação Maracahyba, juntamente com a cantora Gláucia Lima.


Ainda no domingo, às 17 horas, está cogitada oficina sobre arte dos palhaços com Pedro Eri, o palhaço Coquinho. Depois, o evento encerra com show de Maria Juliana, banda Vênuz In Fuzz e capoeira Angola Pé de Baobá. Durante o evento, serão instaladas barracas com exposição de livros, folhetos e alimentação alternativa, além de quadros de artistas locais. 

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Se liga no MULTIMISTURA, uma mesa redonda com elementos mais ou menos quadrados


--- Projeto “Esqueça um livro na rua” ta circulando em João Pessoa. Biografia de Lobão, se for encontrada, favor queimar.

--- Onde se comenta sobre o poeta Ignácio da Catingueira, escravo analfabeto que é quinhentas vezes melhor do que muito poeta sem poesia que circula por aí, com pose de intelectual de meia tigela.

--- Onde se recorda um magnífico poeta cantador chamado Manoel Xudu e um apologista com memória extraordinária em São José dos Ramos.

--- Palhano pede desculpas a Denis Motta, de Ingá, pela gafe cometida em relação às pedras Itacoatiaras.

--- PT voltou de ré pra trás e recebe partidos golpistas. Petista Dalmo Oliveira tira o dele da reta e evita se aprofundar no comentário. “A pior desgraça do partido hoje é a Direção Nacional”, arrisca Dalmo.

--- “Tem diretório do PT no interior que vende a mãe e não entrega, só pra vender de novo”.

--- PMDBosta também comete outra manobra eleitoreira. Multimisturados não perdoam...

Se liga no MULTIMISTURA (Bloco 3):

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Astrologia e prece em árabe no MULTIMISTURA


--- Grupo do Multimistura faz prece em árabe para unir os irmãos Marcos Veloso e Beto Palhano que ameaçaram se estranhar.

--- Atos de racismo em Curitiba merecem repúdio da galera multimisturista.

--- O direitista Fábio Mozart acusa Cuba de ser uma ditadura. Dalmo queria ter nascido em Havana e se contenta com o chá de filosofia de tia Neves. Dalmo desiste de conhecer o mundo, com medo do “homem bomba”. Madame Preciosa anda atrás do “homem bimba”.

--- Bebé de Natercio foi lembrado na multimisturança. Dia 27 de agosto, Bebé se apresenta em Mari.

--- O astrólogo Fábio Mozart faz consulta sobre as personalidades dos multimisturados.

--- Quem é Ingrid Guimarães? Ela foi atacada pelos cães de guerra de Bolsonaro.

Gravação do Bloco 2 da semana:




terça-feira, 26 de julho de 2016

Rádio comunitária de Pilar (PB) recebe apoio da população


Edinaldo Trajano ou Trajano Júnior como é conhecido, natural de Lagoa Seca em Campina Grande, residente na cidade de Pilar ha dois anos, atualmente comanda a Rádio Comunitária Cidade FM de Pilar.

Sua paixão pelo rádio vem desde que era criança. Levado pelo pai aos estúdios da rádio Caturité FM, rádio mais antiga da rainha da Borborema, o comunicador se encantou com todo aquele universo radiofônico. Diz ele que foi amor à primeira vista. De lá para cá já são quinze anos que vem militando na radiodifusão comunitária. Trajano já passou por diversas rádios comunitárias, entre elas Rádio Cruz das Armas FM, onde comandava um programa. O comunicador ressalta que já teve uma emissora fechada pela Anatel na sua terra, Lagoa Seca.

A Rádio Cidade de Pilar está no ar há três meses em caráter experimental, sob licença provisória até que seja implantada uma associação de radiodifusão local, para que se possa iniciar o processo para aquisição de documentação necessária para se dar entrada no pedido de concessão da rádio. Trajano ainda lembra que depois de criada a associação, será preciso coletar cerca de duas mil assinaturas, bem como é necessário o apoio de todas as lideranças comunitárias da cidade para que se tenha êxito no processo.

O comunicador revela que a maior dificuldade em se fazer radio comunitária é a falta de apoio e a discriminação para com a mídia alternativa. Lembra que a cidade de Pilar, uma cidade histórica, a segunda mais antiga da Paraíba e ainda não tem uma concessão de rádio comunitária. Ainda lembra que entre todas as cidades que passou, Pilar foi à cidade que mais mostrou interesse pelo rádio. “A população me acolheu muito bem”, revela.

Atualmente na grade da Rádio Cidade FM vem sendo veiculado programas diversos entre religiosos, esportivos e musicais e complementado com merchandising e playlist. Segundo opinião de alguns ouvintes, a rádio tem sido bastante ouvida pelo povo, pois este vem se identificando com o que é veiculado na sua grade de programação, tornando-se uma atração à parte no cotidiano do pilarense.  Conforme afirma o comunicador, a rádio é para o povo de Pilar, para divulgar a cultura da cidade, a rádio é para utilidade pública.

"Penso em muito breve montar um programa onde o artista da terra possa ter seu espaço, onde ele possa divulgar sua arte, onde possa levar cultura resgatando a cidadania, valorizando e incentivando estes talentos que estão esquecidos sem ter uma chance para mostrar sua arte, sua música. A rádio comunitária é para levar informação, promover cidadania, dando oportunidade ao artista da terra, é pensar o lado social da população” finaliza.


 Redação do blog Evanio Teixeira

MULTIMISTURA discute terrorismo no Brasil



--- Mestre Dalmo e seus multimisturados conversam sobre terrorismo na Paraíba e outras lendas urbanas.

--- Rosemberg Silva foi lembrado. Faleceu por causa da Chicungunya. Antigo militante anarquista da Paraíba.

--- Quadro de Chicungunya é alarmante na Paraíba.

--- Comerciante hasteia bandeira do Estado Islâmico e agora está sendo vigiado 24 horas por dia pela polícia. O cara encontrou uma forma de ter segurança, já que havia sido assaltado 3 vezes durante a semana.

Empreste-nos seus ouvidos no RadioTube:



sábado, 23 de julho de 2016

“Rádio em movimento” está disponível e será retransmitido pela Zumbi




O programa Rádio em Movimento é um noticiário de aproximadamente 15 minutos, que aborda assuntos de interesses para as emissoras comunitárias do Brasil. A cada edição, matérias, entrevistas e relatos sobre política, serviços sociais, cultura e principalmente temas sobre a democratização dos meios de comunicação.

As Rádios Comunitárias podem baixar os programas diários e adapta-los na sua grade de programação. Todas as edições estão disponíveis no link:https://soundcloud.com/agenciaabracogo


quarta-feira, 20 de julho de 2016

Rádio comunitária da Paraíba quer resgatar trem de passageiros em parceria com sindicato dos ferroviários

Empresas concessionárias abandonaram a ferrovia no Nordeste

A Rádio Comunitária Araçá de Mari (PB) está aderindo ao projeto “Trem para todos”, do Sindicato dos Ferroviários da Paraíba, que consiste na mobilização das populações das cidades por onde passa a malha ferroviária paraibana pelo restabelecimento do transporte ferroviário de passageiros, há muito tempo desativado. "Não é um sonho sem fundamento. Isso envolve uma série de parcerias além de uma política pública do governo, mas precisamos do apoio da população, por isso estamos buscando parcerias com entidades comunitárias para levar ao povo o projeto e levantar abaixo assinados”, disse Severino Urbano, Presidente do sindicato.

A emissora comunitária garante a veiculação da campanha de mobilização pública a partir do dia 23 de julho, quando serão entrevistados os diretores do sindicato da categoria dos ferroviários no lançamento do projeto. “O papel das rádios comunitárias é justamente estar ao lado dos projetos de interesse público e nossa luta é para que o progresso volte aos trilhos novamente em nossa região”, afirmou Severino Ramo, Presidente da Rádio Araçá. "O grande desafio é fazer com que esse projeto seja abraçado por toda a sociedade”, disse Urbano.

Inicialmente, o projeto visa restabelecer o trecho ferroviário entre João Pessoa e Guarabira, passando pelas cidades de Sapé e Mari. Embora o trecho esteja cedido à Ferrovia Transnordestina Logística, ele pertence à União e foi explorado historicamente pela Rede Ferroviária Federal S/A, atualmente extinta. O transporte de passageiros passou a ser explorado pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos que, aos poucos, foi delimitando e restringindo a operação apenas para a área metropolitana de João Pessoa. “Achamos isso um erro, pois precisamos melhorar a mobilidade urbana em nosso Estado e o trem é a resposta para o transporte de massa seguro e barato, servindo às cidades do interior”, acredita Severino Urbano.
O público atendido terá basicamente dois perfis. Um regional, para quem precisa simplesmente viajar entre essas cidades, e outro de natureza turística, voltado para os visitantes que teriam essa opção de deslocamento de grande atração turística para quem visita a região. Em outro momento, o Sindicato dos Ferroviários da Paraíba pretende focar o projeto no trecho João Pessoa/Campina Grande, passando pelas cidades de Pilar, Itabaiana, Mogeiro e Ingá. “Vamos buscar parcerias com entidades culturais e comunitárias dessas cidades para levantar esse abaixo assinado e levar ao Ministério das Cidades para que seja feito um levantamento de custos da revitalização dos trechos e expansão dos trens de passageiros”, finalizou Severino Urbano.




terça-feira, 19 de julho de 2016

MULTIMISTURA – 3º bloco – Resumo da pauta sem peita



--- Cine Banguê com filmes regionais alternativos de qualidade.

--- Sarau do poeta Thiago Alves no Espaço Cultural, dia 23 de julho, às 17 horas.

--- Mano de Odé faz feijoada para Ogum.

--- Renal Palmeiras critica vereadores de João Pessoa.

--- Dalmo Oliveira elege o pior e o melhor vereador da capital.

--- Wellington Costa, de Cabedelo, recebe carta de eleitor exigente.

--- Vereador Fuba recebe puxão de orelha por ter abandonado a Academia de Cordel do Vale do Paraíba.

--- Multimisturados comentam edital da Funjope para a cultura.

--- Mandando abraços para o bregueiro Mauro Dantas, o colega Cidó, o poeta Pedro Alves, o gravurista Josafá de Orós, o radialista Jota Alves, o comunista Jerry Oliveira, o chicanista Dedé Arnô, e os irmãos Severino Batista e Manuel Batista, de Mari.

Perca seu tempo ouvindo 25 minutos de conversa livre dos multimisturados:




MULTIMISTURA sai do volume morto depois de tomar a sopa e o caldo rejuvenescedor de Tia Neves


Neste bloco, Fábio Mozart confessa que é devoto da Santa do Cabaço de Vavá da Luz.

Dalmo Oliveira anuncia o “Ocupa Geisel” com Gláucia Lima, cordel, Pedro Osmar, grafitagem, palestras e otras cositas mas.

Multimisturados experimentam as garrafadas de tia Neves, inclusive chá de filosofia e “levanta moral de velho”. Consumir com moderação.


sábado, 16 de julho de 2016

História e cultura de Ingá são temas do “Alô comunidade” de hoje


O programa “Alô comunidade” apresentará hoje, sábado, 16 de julho, edição gravada na Fazenda Senzala, em Ingá (PB), cidade das famosas pedras Itacoatiaras, com participação do poeta Vavá da Luz, o músico Djalma Belo e o historiador Denis Motta, além do comunicador Patrício Campos, da TV WEB Agora Paraíba.

Alô comunidade” é produzido pela Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares e transmitido pela Rádio Tabajara da Paraíba AM (1.110 KHZ), com retransmissão por uma rede de emissoras e portais da internet.

Pela internet, ouça em tempo real no site da Tabajara AM:





sexta-feira, 15 de julho de 2016

Anatel fecha rádio comunitária na zona oeste do Rio de Janeiro

A Agência Nacional de Telecomunicações esteve besta quinta-feira, 14, na Rádio Comunitária Real, zona oeste do Rio de Janeiro, e lacrou seu transmissor de baixa potência, sequestrando os equipamentos. A ação teve o apoio de alguns agentes federais, que fizeram as apreensões sem mandado judicial, segundo os responsáveis pela emissora. No mesmo dia, Anatel tentou fechar a Rádio Resistência FM. “Voltamos à época da exceção”, disse um dos radialistas.

Na gestão do Presidente provisório Michel Temer, as ações repressivas contra as rádios comunitárias aumentaram, segundo Jerry Oliveira, do Movimento Nacional das Rádios Comunitárias. Em junho, a Anatel fechou uma rádio em Gurinhém, Paraíba, que operava com transmissor de apenas 2 watts de potência, fato que foi notícia na mídia internacional pelo inusitado, já que as rádios comunitárias podem transmitir com 25 watts, o que já é insignificante.


Jânio Medeiros, do movimento de rádios, disse que as ações repressivas estão voltando com a nova feição conservadora do Governo, “mas a situação já é crítica há muito tempo”. Conforme sua opinião, nesses treze anos de poder, o Governo PT, que podia alterar toda legislação, somente mudou a Norma Técnica - e para pior. Ao mesmo tempo deu mais poderes à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), antes criticada veementemente pelo PT. Logo ao assumir, o Governo PT ampliou a repressão às emissoras não autorizadas, algo que o partido também criticava antes. “A título de exemplo, em 2005 (dois anos de PT) foram fechadas 1086 emissoras de rádio que funcionavam sem autorização. Isso equivale à média de 90/mês ou 3/dia. No ano seguinte a Anatel foi mais eficiente ainda, atingindo a média de 95/mês. Uma média que tem crescido ano a ano, informou.

terça-feira, 12 de julho de 2016

ABERTO CADASTRAMENTO PARA EMISSORAS INTERESSADAS EM DIVULGAR RESULTADOS DAS ELEIÇÕES


Começou na segunda-feira (4) o cadastramento das emissoras que têm interesse na parceria com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a divulgação dos resultados das Eleições 2016.

O DIVULGA 2016 é um acordo firmado entre a Justiça Eleitoral e empresas provedoras de acesso à internet, telecomunicação, veículos de imprensa ou partidos políticos com representação na Câmara Federal para que as entidades possam divulgar, em tempo real, a apuração do resultado das eleições de cada município.

Para se cadastrar, a emissora precisa preencher um formulário que está disponível no site do TSE:

A emissora também deve atender alguns requisitos, como acatar as orientações, critérios e prazos determinados pelos órgãos da Justiça Eleitoral; disponibilizar os resultados gratuitamente a qualquer interessado; divulgar os dados recebidos, informando a sua origem; ter inscrição no CNPJ com situação regular na Secretaria da Receita Federal do Brasil; e cadastrar-se na Justiça Eleitoral no prazo e nos moldes estabelecidos pela resolução. 

Para participar como divulgadora dos resultados do pleito de 2016, a emissora terá de seguir as regras estabelecidas, não podendo, entre outros, alterar o conteúdo dos dados e cobrar pelo acesso dos cidadãos ao conteúdo das informações, sob pena de ser desconectada do sistema. 


O prazo se encerra no dia 3 de agosto.

segunda-feira, 11 de julho de 2016

alo comunidade316 SEVERINO BIBIU

 



Nesta edição Fábio Mozart e Tiago Alves entrevistam o ativista cultural e compositor Sverino Bibiu. Produção de Mozart. Sonoplastia de Beto Lucas

Gravação do "Alô comunidade" teve cobertura de TV Web


O programa radiofônico “Alô comunidade”, da Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares, transmitido semanalmente pela Rádio Tabajara da Paraíba realizou uma edição especial na cidade do Ingá, neste domingo, 10, na Fazenda Senzala, do poeta Vavá da Luz, onde foram entrevistados artistas e historiadores locais que comentaram sobre a história do Município e as perspectivas para o futuro da terra do poeta João Martins de Athaide.
Entre os entrevistados, o próprio Vavá da Luz, o músico Djalma Belo, o historiador Denis Motta e o comunicador Patrício Campos, da TV Web Agora Paraíba.

A gravação foi feita na fazenda museu, onde são guardadas relíquias da época de ouro da economia local, quando a força da mão-de-obra escrava fez de Ingá o segundo maior produtor de algodão do mundo. O programa especial sobre Ingá será veiculado no próximo sábado, 16, às 14 horas, na Rádio Tabajara da Paraíba AM (http://radiotabajara.pb.gov.br/)

A gravação contou com Marcos Veloso na técnica de som, Beto Palhano e Fábio Mozart na locução. 

sábado, 9 de julho de 2016

Ativista cultural de Alagoa Grande é o convidado de hoje no “Alô comunidade”


Bibiu de Jatobá estará dando entrevista ao programa “Alô comunidade” neste sábado, 9, na Rádio Tabajara da Paraíba. Bibiu tem 64 anos de idade, é poeta cordelista, cantor, compositor, radialista, blogueiro, produtor cultural e percussionista.

O programa é produzido pela Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares e transmitido pela Rádio Tabajara da Paraíba AM (1.110 KHZ) replicado em rede de rádios comunitárias e portais da internet.
Produção e apresentação de Fábio Mozart.
Ouça em tempo real a partir das 14 horas pela Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares:
Ou pelo site da Rádio Tabajara da Paraíba AM (1.110 KHZ):
Pode ser ouvido nos blogs

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Programa “Alô comunidade” grava edição em fazenda no Ingá do Bacamarte


Será neste domingo, 10 de julho, a gravação do “Alô comunidade” na Fazenda Senzala, em Ingá, propriedade do poeta Vavá da Luz, Secretário de Turismo daquele município.

O projeto de interiorização do “Alô comunidade” já levou essa experiência de rádio comunitária para o sítio Jacaré, em Pilar, em parceria com a Sociedade Cultural Posse Nova República e Academia de Cordel do Vale do Paraíba.

Com duração de uma hora, o programa é composto por informações das comunidades e entrevistas com lideranças e artistas locais. Além de valorizar a cultura local, o programa tem por objetivo veicular para a Paraíba e o Brasil a realidade das pequenas comunidades rurais, apresentando seu universo, seus anseios e seus problemas.

Com apresentação de Fábio Mozart e Beto Palhano, “Alô comunidade” é produzido pela Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares e transmitido pela Rádio Tabajara da Paraíba AM (1.110 KHZ), com reprise em mais de doze rádios comunitárias e vários portais da internet.

terça-feira, 5 de julho de 2016

Rádio Zumbi retransmitirá programa diário nacional sobre cidadania


A CUT anuncia que fará parte de um programa diário nacional de rádio, matutino, que será retransmitido pelas rádios comunitárias e redes educativas de estados em que a orientação política está afinada com os ideais progressistas e, evidentemente, pelas mídias livres que quiserem aderir. A Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares, de João Pessoa (PB) é uma das que retransmitirão o conteúdo.

O programa entrará no ar ainda em julho, segundo anunciado na manhã desta quinta-feira, durante os debates do 9º ENACOM (Encontro Nacional de Comunicação da CUT). O esforço reúne sindicatos e parceiros, dentro do contexto de unificação dos movimentos sociais que se intensificou a partir de 13 de maio de 2015, quando foi realizada a primeira grande passeata contra o golpe que se prenunciava.

“Será uma espécie de barricada nossa. A ideia é que esse programa entre no ar o mais rapidamente possível. Quem sabe cheguemos a uma rede de TV”, disse o ex-ministro Gilberto Carvalho, que atuou nos governos Lula e no primeiro mandato de Dilma, um dos convidados do debate desta quinta.


“Isso terá um custo. Vocês serão chamados para participar”, disse o presidente da CUT, Vagner Freitas, dirigindo-se à plateia de assessores de comunicação e de secretários e secretárias de comunicação das CUTs estaduais. “Vamos precisar de nossos profissionais, de nossos jornalistas, dos sindicatos”, desafiou.

domingo, 3 de julho de 2016

Dalmo Oliveira se afasta do rádio para novos rumos

Dalmo Oliveira (esquerda) com o poeta Sander Lee no "Alô comunidade"

O radialista Dalmo Oliveira, da Rádio Tabajara da Paraíba e Rádio Comunitária Zumbi dos Palmares, está se afastando do comando do programa “Alô comunidade” para se dedicar à sua campanha para vereador pelo Partido dos Trabalhadores em João Pessoa, Paraíba.

A saída temporária de Dalmo Oliveira ocorre por conta da Lei eleitoral 9.504/97 que determina o afastamento dos profissionais de imprensa por 90 dias antes das eleições. Ele é colunista do jornal A União e tem um blog de jornalismo e crônicas na web, o Elejó, e participa do movimento de jornalistas independentes “Novos rumos”. http://novosrumosjornalistas.blogspot.com.br/

Dalmo também milita no movimento negro da Paraíba e está na linha de frente do enfrentamento à escala da narrativa do ódio, da antidemocracia e do desrespeito aos direitos humanos, conforme anuncia em sua carta de princípios como candidato a uma vaga no legislativo pessoense. “Como representante das camadas mais vulneráveis da população, procurarei ecoar essas vozes de quem quase sempre não tem voz na sociedade”, disse Dalmo Oliveira.

sábado, 2 de julho de 2016

ALO COMUNIDADE 316 ADEILDO VIEIRA

 



Nesta edição Beto Palhano, Fabiana Veloso e Marcos Veloso batem um papo super-musical com o cantor paraibano Adeildo Vieira, que fala do seu mais novo trabalho, o CD África de mim. Produção de Dalmo Oliveira. Sonoplastia de Beto Lucas.

COMEÇOU O MULTIMISTURA, UM PROGRAMA DE GRANDE ENVERGADURA


-- Começando dando viva à Banda Pé de Cará de Timbaúba!

-- Ivaldo Gomes começa a falar mal do prefeito de João Pessoa, seu esporte favorito depois de malhar Michel Temeroso.

-- Dalmo ressalta a rádio comunitária de Mangabeira que entrou no ar.
-- Fábio Mozart desiste de ser candidato porque seu único eleitor, Biu Penca Preta, já vendeu seu voto para doze outros candidatos.

-- Vereadora quer criar o Putódromo, ambiente público para as raparigas exercerem suas funções com segurança. Outro vereador é autor de projeto que coloca cachaça como produto da cesta básica. Justo e apoiado!

-- Dalmo e sua língua pesada fala das amantes dos deputados, uma lista que é nitroglicerina pura.

-- O pastor Fábio defende o direito dos pastores da bancada da Bíblia de dizer besteira e comer toco sagrado.

-- História do pastor Manoel da Galinha, de Mari, que passou a perna em Biu Penca Preta.

Gravação ta no RadioTube